BLW: Pequenas revoluções – Capítulo "parece alpiste mas não é" | Maternamos
maternamos-blw-pequenas-revolucoes-2

BLW: Pequenas revoluções – Capítulo “parece alpiste mas não é”

Pequenas revoluções alimentares estão acontecendo na minha casa desde que começou a Introdução Alimentar do meu filho pelo método Baby Led Weaning (BLW) e estou compartilhando esta aventura numa série de posts. Este aqui é o segundo deles e vou falar um pouco sobre um local novo que tenho frequentado há algumas semanas: uma loja de produtos naturais. Até então, eu passava reto porque não fazia a mínima ideia do que eu poderia comprar numa loja destas, e para mim todos aqueles grãos pareciam alpiste de passarinho que eu nem saberia como preparar e comer.

Mas como eu estou vivendo um processo gradual de reeducação alimentar, outro dia resolvi entrar assim mesmo, sem saber o que poderia comprar. Por sorte fui atendida por uma pessoa super prestativa, que me ajudou bastante. Então eu vou contar o que eu já comprei lá e consegui usar sem problema algum! Aliás, foi bem mais fácil e simples do que eu imaginava.

1 – Comprei um punhado (150 gramas talvez) de um grãozinho marrom claro chamado Amaranto. Nem sabia o sabor nem os benefícios, mas em casa pesquisei e descobri que é super nutritivo e o gosto a gente nem percebe quando prepara junto com o arroz. Foi assim que eu fiz, coloquei junto com o arroz e pronto.

2 – Comprei um punhado de Chia. Já tinha visto muitas postagens na internet de frutinhas com esse grão escuro salpicado por cima. Usei quando fiz panqueca de banana com aveia para o meu filho e achei bem tranquilo, também não tem sabor e fica tudo mais crocante. Super fácil. Quero salpicar em cima de outras frutas mas acabo esquecendo, é uma questão de se acostumar!

3 – Comprei um pouco de linhaça dourada! Esta é bem mais famosa e eu também nunca tinha comprado. Usei para fazer com arroz integral e achei bem parecida com o amaranto. Dá para acrescentar à salada e outros alimentos também.

4 – Levei 100 gramas de amêndoas. Estas, diferente dos grãos acima, achei cara! Com elas eu fiz um leite de amêndoas que meu bebê nem quis provar mas eu tomei. Optei por fazer o leite porque eu tenho o costume de tomar leite de vaca mas não quero que meu filho tome, então pretendo criar um hábito diferente em casa. Mas como a amêndoa é cara, pesquisei melhor e vi que tem vários leites vegetais mais baratos para fazer em casa, como leite de arroz ou inhame.

5 – Escolhi também um biscoito de arroz integral para beliscar à tarde e oferecer para o meu filho. No rótulo dizia que contém apenas arroz e um pouco de sódio. Sei que o sódio é um elemento que deve ser consumido com cautela (é o sal) mas comparado com qualquer biscoito me pareceu bem amigável! Se tiver curiosidade, dê uma olhada na lista enorme de ingredientes estranhos dos biscoitos comuns!

Por enquanto estas foram minhas aventuras na loja de produtos naturais. O importante é que não foi nada tão complicado como parecia antes. Você já se aventurou?

Comments ( 4 )

  • Anna Flávia

    Nat,

    Adorei o seu post! A preparação de alimentos naturais é muito mais fácil mesmo do que imaginamos. Esses itens que você listou estão sempre na minha listinha de compras. Não sei se você já conhece, mas uma das minhas receitas preferidas atualmente é a do pudim de chia. Basicamente, você pode misturar a chia com qualquer líquido que gosta (leite de amêndoa com baunilha, por exemplo, ou em um smoothie de frutas), pode adoçar (ou não) com mel ou como quiser, e colocar na geladeira. Em algumas horas, essa mistura ganha uma consistência cremosa de pudim (se você não quiser que a chia fique inteira, pode também bater no liquidificador com o líquido escolhido antes de colocar na geladeira). É uma delícia! Faço sempre pra comer de sobremesa ou como um lanchinho no meio da tarde.
    Estou adorando seu blog! Bjs

    • maternamos
      Maternamos

      que bacana receber seu comentário, adorei a dica!!! obrigada <3

  • Mariellem Alves

    Oi, Nat

    Sobre o leite de amêndoas, acho que li em algum lugar que ele não é indicado para menores de 2 anos, por ser alergênico, ou será que estou enganada?
    Adorei o post. Me deu vontade de me aventurar em uma loja dessas tb 😉

    • maternamos
      Maternamos

      oi mari, olha, a nutri infantil Katia Cilli disse na entrevista (dentro do meu curso de BLW) que a amêndoa é liberada! Restrição apenas para nozes e amendoim. Beijos!!!

Post a Comment