Cozinha, Introdução Alimentar e Falta de Tempo | Maternamos
maternamos-blw-cozinha-tempo-perdido

Cozinha, Introdução Alimentar e Falta de Tempo

Desde que meu filho começou a sua introdução alimentar, há quase 1 ano, eu fiquei com muito menos tempo para mim! Estou sendo 100% sincera quando digo isso. Toda a responsabilidade de comprar os alimentos, preparar e oferecer as refeições acabou me custando muito tempo e energia, principalmente porque antes de ter filho eu não ligava muito para a minha alimentação.

Por um lado, o saldo é positivo porque o padrão alimentar aqui em casa melhorou muitíssimo e eu fico com a consciência tranquila por fazer o meu melhor na alimentação do meu filho. Não quer dizer que eu acerto sempre, mas com certeza eu tenho me esforçado bastante. É algo que não vem para mim de forma intuitiva. Bem que eu queria curtir para caramba todo este processo culinário, mas eu não gosto muito! Ainda mais porque meu filho, muitas vezes, não quer ficar esperando calmamente enquanto eu preparo os alimentos, então rola um certo malabarismo da minha parte.

Para mim, o grande problema é que esta função me toma muito tempo todos os dias, e eu já tenho pouco tempo nesta vida louca de mãe, empreendedora, jornalista e dona de casa. Pois não importa o quanto eu seja feminista e quanto meu marido seja o meu sócio (e não ajudante) em todas as áreas da vida, nós temos que cuidar da nossa casa, lavar, guardar (aqui não existe passar roupa kkk), dar banho em cachorro, etc, etc. Sei que você me entende bem quando eu digo isso!

Agora que eu já estou há um ano nesta pegada, eu quero compartilhar com você algumas das descobertas que eu fiz e que me ajudam a perder o mínimo de tempo possível. Vamos a elas.

1 – Tenha opções de comida de verdade na sua geladeira, como verduras, legumes, etc. Desta forma, você pode escolher de última hora o que você quer fazer, preferindo o que for mais rápido, de acordo com o tamanho da sua pressa. Isso é importante porque você vai ficar muito irritada se for obrigada a cozinhar batata, que demora muito, porque não tem outra opção. A mesma coisa vale para as frutas. É ótimo ter uma banana para recorrer quando está sem tempo de descascar uma manga (e limpar a bagunça da manga no bebê).

2 – Para ter sucesso com o item 1, você vai precisar incluir uma rotina de compras de alimentos. Acredito que não tem como fugir de ir às compras uma vez por semana ou no máximo a cada 15 dias. Para me facilitar, deixo para comprar tudo no mesmo dia da semana, sempre no mesmo lugar, perto de casa. Fuja de mercados, prefira feiras ou sacolões!

3 – Quando a falta de tempo aperta mais, eu recorro a um serviço de feirinha delivery da minha cidade, que entrega em casa no mesmo dia. O problema é que eu não posso escolher o que vem dentro da cesta, mas compensa bastante em termos de praticidade, e não sai mais caro.

4 – Tenha uma máquina de lavar louças. É uma alternativa que tem nos ajudado a perder bem menos tempo na pia. Embora não resolva o problema das panelas sujas, já facilita bastante.

5 – Reserve os pratos mais fáceis de fazer para os horários que você sabe que são mais corridos. Por exemplo, ovo mexido é o meu grande coringa, e eu só uso nos dias da pressa, ou nos jantares (que para mim tenho menos tempo de preparar ainda). O mesmo vale para um frango grelhado, por exemplo. Deixo estas cartas na manga para quando realmente estou sem tempo.

6 – Quando puder, faça pratos que podem ser aquecidos novamente na refeição seguinte. Um que eu gosto bastante, justamente por causa disso, é o kibe assado. Carnes de panela também ficam boas no dia seguinte, assim como frango assado. O arroz também pode ser guardado na geladeira tranquilamente. Aí você usa o tempo para preparar salada e algum legume.

7 – Congele o feijão em pequenas porções. Eu gosto de cozinhar bastante feijão de uma só vez, e depois ir descongelando aos poucos e temperando no dia do consumo. Fica parecendo fresquinho. Como meu filho ama feijão, é um prato que eu cuido para não faltar. Lentilhas também ficam boas se congeladas.

8 – Otimize o seu tempo. Se tiver que ficar um tempo esperando o cozimento de alguma coisa, aproveite para lavar a louça, colocar roupas na máquina ou até mesmo telefonar para a sua mãe.

Estas são algumas das dicas que eu uso bastante. Como você percebeu, não tenho facilidade de planejar um cardápio para executar, então eu gosto de poder variar conforme a minha urgência. Infelizmente não tem mágica, mas com o tempo a gente vai descobrindo de que forma funciona melhor dentro da nossa rotina!

Comments ( 2 )

  • Carolina

    Outra dicas:

    fazer alguns alimentos congelados, hamburguinho, falafel, bolinho de feijão, molho de tomate etc. Facilita bastante. Também sempre tenho aquelas ervilhas congeladas em saquinho. Não têm conservantes.

    bjs
    Carol

  • Carol

    Obrigada, Natália! Certamente esse também é um dos meus maiores desafios.

Post a Comment