Você, que esqueceu o que é ser você | Maternamos
maternamos-dia-das-maes

Você, que esqueceu o que é ser você

Você, que passa por cima de dores nas costas para segurar no colo um pequeno que já não é tão pequeno assim. Que aprendeu a conviver com um cansaço constante, que sonha em um dia poder tirar o atraso das noites mal dormidas, que não tem tempo de lavar os cabelos ou de fazer as unhas como gostaria… Que estuda para dar bons exemplos e muitas vezes comete deslizes. Que não recebe o desejado apoio da família. Que não sabe se faz bem em deixar dormir na sua cama, que muda de ideia, se arrepende e volta atrás. Que deseja amamentar até os 3 anos mas às vezes sente vontade de desmamar amanhã mesmo, de tão exausta… Que sente um aperto no peito só de pensar que aqueles dias de recém-nascido não voltam mais, e ao mesmo tempo fica aliviada porque aquela fase foi muito difícil. Porque ficou com medo de estar sozinha. No escuro. E desejou ser a filha e não a mãe. Que quer férias de tudo, sonha em se hospedar sozinha num hotel para poder dormir, mas não tem coragem de deixar o bebê com outra pessoa nem por meia hora. Que se compara com outras mães para saber se está errando, que se refugia no celular, na internet, buscando o apoio que falta. Você que se achava menina, e hoje se sabe mulher. Que mesmo depois de tantas revoluções, sabe que sua vida é muito melhor agora do que era antes, que nem consegue se lembrar do que fazia antes de ter seu bebê. E que a cada dia continua, cheia de incertezas, dando o maior amor que você já sentiu, certa de que tudo vale a pena. Porque, apesar de tantas dúvidas, ser mãe é a única coisa que te trouxe uma certeza nesta vida. Certeza sobre o que é importante, sobre o que você realmente deseja: que a vida do seu bebê seja longa e feliz, e que você possa estar por perto enquanto for necessária. Eu sei que você é a melhor mãe que pode ser, assim como eu, e espero que o seu dia seja especial, e a sua jornada seja, a cada dia, um pouco mais leve. Feliz Dia das Mães!

Comments ( 3 )

  • Juliana Fernandes

    Lindo texto. Me identifiquei. … 😉

  • Rosiane Oliveira

    Lindo demais. Me senti totalmente identificada.

  • Patrícia

    Linda mensagem, palavras verdadeiras e profundas! Traduzem exatamente este novo universo, de momentos e sentimentos intensos!

Post a Comment